Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Medo

É provavelmente a pessoa com quem mais choco. E também com quem mais grito. E aperta-me o coração instantes depois de o fazer. Não tem sido uma vida fácil e muitas das vezes descarregamos nos outros. Neste caso, ela em mim e eu nela. A vida tem sido uma constante batalha. Luta atrás de luta. Desde sempre que sobrevive. E arrisco a dizer que a maioria das vezes nem tem vontade de o fazer. Rodeada de doenças e pedras no caminho, o sorriso na cara e a força de viver não tem sido os seus melhores amigos. Tenho recordações de quando ainda vivia num mundo a cores. Entre o trabalho, a lida da casa, os passeios e as saídas com as amigas. Nesse tempo ela era outra. Que já não existe. Os anos desgastaram-na e dobraram-lhe a idade no rosto. A força foge-lhe das pernas e dou com ela a perder todo o seu equilíbrio. Dou por mim a imaginar a minha vida sem ela, e simplesmente, é impossível. O meu coração sufoca só de imaginar. Um dia ela cuidou de mim. Com paciência e amor ensinou-me tudo o que eu sei hoje. Hoje, tenho de fazer o mesmo. Se eu pudesse e tivesse poder para tal, fazia destes dias, dias melhores. Desta vida, uma vida melhor. Mas não está ao meu alcance. Mas posso cuidar. Posso agarrar quando a força escapa. Posso aconselhar quando a cabeça já não responde como deveria. Posso e vou. Sempre. O meu coração fica tão pequenino quando penso que os anos passam mais rápido do que nós conseguimos imaginar. 

Um mês

Fez dia 25 de Junho um mês que comecei o estágio.

Esta semana que passou foi esgotante. Pela primeira vez tive sozinha com toda a responsabilidade. E correu tudo bem, felizmente. Mas pesa no corpo e na cabeça que descansa  pouco.

Balanço? Durante este mês aprendi muito e estou a gostar bastante.

 

Deixo-vos com uma fotografia do final do dia de trabalho de hoje.

11667814_10205646350892322_1245270692_n.jpg

 

Há pessoas que deixam saudade

Durante quinze anos ele foi o meu cunhado, um irmão mais velho. Viu-me menina e viu-me mulher. Esteve presente em praticamente toda a minha vida. Saiu da vida da minha família porque a vida é assim mesmo. Nem sempre existe o final feliz que se deseja. Hoje, ao ver-me, como se visse um fantasma,ficou surpreendido mas senti que aquele espanto, era um espanto bom. O abraço que demos fez-me sentir e pensar que há pessoas que deixam saudades. De um familiar a um estranho? Talvez. Mas há pessoas que deixam saudade.

Prova de fogo

Daqui a cinco dias faz um mês que estou a estagiar. É verdade, o tempo passa a correr. Até parece que foi ontem o primeiro dia, mas não.  Na próxima semana terei uma prova de fogo. Porquê? (perguntam vocês) Porque vou ficar a semana inteira sozinha, do género, sem a minha orientadora comigo. Isso significa preparar e organizar tudo sozinha. Receber artistas, preparar apresentações, concertos, etc

O lado positivo? A confiança que está a ser depositada em mim.

O lado negativo? Virem essa boca para lá, não pode haver nenhum lado negativo!

Fingers crossed

Wedding dress - HELP!

A situação é a seguinte:

 

Tenho dois casamentos este verão.

 

Isso significa que dois vestidos precisam-se. Parece fácil, não parece? Só que não é.

Já vi mil vestidos lindos na internet, mas tenho muito receio de comprar online porque depois pode não ficar bem, ou mesmo que fique, posso não gostar de ver. E como esquisita que sou, mais vale por já essa ideia de lado.

Agora a questão é, sabem quando põem logo um género de vestido na cabeça? E depois não vêm nada desse género nas lojas? Pois.

Então, estejam à vontade para me ajudar e aconselhar. Sou toda ouvidos (ou olhos).

Procuro um vestido cintado (ou acinturado, já não sei qual é o termo certo) e que faça balão.

 

Algo deste género:

vestidos acinturados e rodados 5.jpg

 Mas uma vez que depois posso também não gostar de ver, estão à vontade para me mostrar outros que gostem, sem costas também aprecio bastante!

 

TAG - amo/odeio

É a minha estreia neste mundo das Tags, nunca fiz nenhuma. Mas como a Cristina do http://redemption.blogs.sapo.pt/ me desafiou (e eu agradeço bastante!) cá vai:

 

As 10 coisas que odeio:

1. Ovas

2. Ouvir pessoas a comer/mastigar

3. Chucky (Filmes de terror)

4. Mentiras

5. Favas

6. Ter que despachar-me rápido

7. Pés (Já foi pior)

8. Esperar por novas temporadas das séries

9. Discussões

10. Chorar

 

As 10 coisas que amo:

1. Familia

2. Namorado

3. Ver as minhas séries

4. Filmes de romances/Dramas

5. Livros

6. Bigtasty

7. Ser fotografada

8. Escrever

9. Ser tia

10. Passeios

 

Nomear, eu até nomeava, mas como o meu blog é relativamente recém-nascido ainda não tem muitos amiguinhos. Assim que tiver eu venho cá colocar!

 

 

As vezes

As vezes ponho-me a pensar que vejo todos à minha volta a fazerem-se à vida, a seguirem os seus rumos, a conseguir os empregos que desejavam, a juntarem-se. E penso que eu ainda aqui estou, parada no tempo.

Mas depois respiro fundo e penso "Calma, só tens vinte e dois anos. Não és tu que estás atrasada, são os outros que estão a viver a vida a correr" se é ou não, não sei. Mas por momentos faz-me sentir melhor, sou culpada por isso?

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D