Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sem papas na lingua - Emigrar

SADEAS.png

Todos os dias vejo noticias de pessoas conhecidas que foram trabalhar para fora do país. A minha melhor amiga, por exemplo, agarrou uma oportunidade há cerca de três anos, fez as malas e agora voa por esse mundo fora. É rara as vezes que tenho o pensamento de sair do meu pais. E eu sei, sei que todos dizem que isto cada vez está pior, que já não há nada para nós cá, jovens-adultos a entrar no mundo do trabalho. Mas eu acredito que as coisas não são assim tão lineares. E acredito sobretudo que não fomos colocados no mundo para fazermos tudo na vida baseado no trabalho.

 

Foram inúmeras as vezes que já me perguntaram porque não me inscrevo numa companhia aérea e saiu daqui. E eu pergunto-me sempre o que leva aquela pessoa a pensar que eu quero sair daqui, deixar a minha cidade, o meu país, as pessoas que me rodeiam. Não. Eu não quero. Eu não sei o dia de amanhã e nunca digas nunca, mas hoje, hoje quero continuar a crescer no país que me viu nascer. Se é medo? Também. Tantas as pessoas que arriscam e depois não corre como planeado e sim também há outras, como o caso da minha amiga, que neste momento não podia estar melhor. Mas eu sou demasiado apegada a tudo e a todos. Dificilmente fico uma semana sem ver os meus irmãos, os meus sobrinhos. Agora, meses? anos? Perdoem-me, mas isso não caberia no meu peito. Hoje, seria impensável.

 

E vocês, sairiam do país sem pensar duas vezes?

Já o fizeram?

Experiências?

 

emigrar.jpg

 

11 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D