Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Suicídio

Na última semana, na minha cidade, duas pessoas puseram termo à vida. E quando penso nisto fico com um nó. Na cabeça, no estomago, no coração. Estas pessoas não estavam bem. Penso que é preciso estar muito desesperado para praticar um acto destes. Nenhuma destas pessoas estava doente. Não fisicamente. "Apenas" mentalmente. Não consigo por-me no lugar destas pessoas, mas acredito piamente que estas pensam realmente que já não há nada a fazer, que é a unica solução que têm. E eu pergunto-me "E estas familias agora? Os filhos? As esposas?". Não consigo imaginar o que sente alguém ao saber que o pai ou a mãe tenha desistido de viver. Mas imagino que pensem "E não pensou por um segundo que iamos ficar sem ele/ela? Sozinhos? Um pai/mãe ausente?". Mas depois penso que a cabeça de uma pessoa que faz isto está caótica e que aquela pessoa acredita que é a única solução para aquele problema que tem, seja ele qual for. Tenho pena destas pessoas, muitas vezes passam a vida alegres, sempre de sorriso no rosto, a rir e a brincar, e depois, estão a morrer por dentro. Nunca sabemos oq ue se passa realmente na vida de uma pessoa. Máscaras. Mas depois, na outra face da moeda, penso em todas aquelas pessoas que lutam diariamente por mais um dia de vida...

 

 

24 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D