Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A girl's life

A girl's life

Março 17, 2016

Filipa Iria

O meu namorado até ao dia de hoje não era doador de sangue. Eu indignada perguntava-lhe o porquê. Pessoas que são saudáveis tem mais é de doar e ajudar! Da última vez que lá fomos com o objectivo de o inscrever, não pode dar porque tinha sido operado e não tinha passado o tempo suficiente de recuperação que é pedido. Ontem, decidimos que hoje iríamos novamente. De manhã lá fomos e agora sim, tudo nos conformes e lá se estriou! Até a um diploma de primeira dádiva teve direito (já eu não recebi cá nada quando doei pela primeira vez). Eu ia também toda lançada para doar como normalmente, mas, por distracção, não reparei que ainda faltava uma semana para fazer o tempo de intervalo entre doações (no caso da mulher são 4 meses). A Senhora disse que me inscrevia de qualquer forma e mediante o resultado da análise à hemoglobina (ferro) que decidiam se poderia ou não. Tchanam, valores da hemoglobina baixos. Pela primeira vez não pode dar. Depois fui-me pesar por curiosidade e também estou um pouco abaixo do peso que é necessário. E como tal, a receita passada é comer mais alimentos ricos em ferro e comer muitos doces na Páscoa para chegar ao peso necessário!

Ah, e não se esqueçam, nunca é tarde para começarem a doar! (a não ser que tenham mais de 67 anos)

 

aasd.jpg

 

 

Março 17, 2016

Filipa Iria

asas.png

É complicado. Nunca tinha trabalhado e estudado em simultâneo. Complicado não é bem o termo certo, talvez cansativo. Muito cansativo. Faço horários rotativos que normalmente me preenchem praticamente todo o dia. E somando a isso ainda tenho de estudar. Isso inclui as horas em que chego cansada a casa e os meus dias de folga que obviamente não fazem jus à palavra. Descansa-me o facto de ter de me esforçar agora para rapidamente terminar a licenciatura e assim ter menos esse peso. Mas enquanto isso não acontece tento equilibrar, o máximo que posso e consigo. Diz-se que é impossível uma pessoa desdobrar-se, mas ao fim ao cabo, é isso que tenho feito. Não é uma reclamação, nem pensar, apenas um desabafo. É sinal que finalmente tenho um trabalho e que finalmente estou a terminar o curso. O inicio do ano não foi ao encontro daquilo que esperava, mas aos poucos as coisas tem se vindo a compor. E assim os objectivos que quero concretizar este ano encontram-se mais perto.

E vocês? Já passaram por isto? Como conseguiram gerir?

 

school_life.jpg

(Algumas rubricas vão de encontro a situações em que me encontro, espero que não achem, de alguma forma, que é egocentrismo. Pelo contrário, assim como gosto de saber de vocês, gosto também de vos contar um pouco sobre mim, e ao fim ao cabo, de desabafar um pouco)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D