Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A girl's life

A girl's life

Dezembro 19, 2016

Filipa Iria

  1. Ninguém abre os presentes antes da 00h00. Não importa se tem 3, 5, 10 ou 60 anos. Todos vão esperar até ao último minuto.
  2. Há sempre uma pessoa que fica responsável pela distribuição dos presentes. Costumava ser eu a voluntariar-me, até os meus sobrinhos aprenderem a ler e voluntariarem-se muito rapidamente.
  3. Compramos chocolates para por na árvore de natal todos os anos. Quando chega a véspera de natal já não há sinal deles. A minha sobrinha já os colocou lá. Até agora dei falta de dois. Não sei se estão escondidos na parte de trás da árvore ou na barriga de alguém.
  4. Raramente comemos bacalhau cozido, é sempre bacalhau com natas.
  5. Fazemos sempre filhoses, receita da minha mãe. De batata doce. As melhores do mundo.
  6. Depois de jantarmos, vemos filmes de natal até à hora de abrir os presentes.
  7. A minha mãe faz sempre questão de comprar uma caixa de bombons para cada um.
  8. Tronco de Natal, torta de claras, tarte de ananás, arroz doce, bolo rei e filhoses são os doces que costumamos ter na nossa ceia de natal.
  9. Os meus irmãos costumam dormir cá em casa de 24 para 25 de Dezembro.
  10. A minha mãe compra sempre uns quatro pães caseiros com a desculpa de no 25 estar tudo fechado e poder faltar.

Dezembro 19, 2016

Filipa Iria

Quando oiço alguém falar em filmes natalicios, o sozinho em casa, é normalmente o preferido. Não consigo perceber o porquê. Eu gosto do filme, sim, é engraçado. Mas o que é que tem de natalicio? Só o facto do kevin ser abandonado no natal?

E esta revolta toda agora é porquê? (perguntam vocês)

Ora, porque o Grinch é que é o melhor filme de natal do mundo e arredores. Pois é. O Grinch vai ser sempre o meu filme de eleição. Foi dos primeiros filmes que vi no cinema e é até hoje o único filme de Natal que me faz sentir uma autentica criança, fico ali a sorrir, a rir, sei as falas de cor e nunca me canso de vê-lo, ano após não. O Grinch quer roubar o Natal sim, mas há toda uma história por de trás do odio que ele tem por esta época!

É sem duvida, o meu filme de Natal.

 

Já viram o grinch? Gostaram?

Nunca viram? Estão à espera do quê?!

Dezembro 05, 2016

Filipa Iria

Já tinha ouvido dizer que árvore de natal e gatos são duas coisas impossiveis de conciliar. Mas não quis acreditar e ainda estávamos em Novembro quando decidi deitar mãos à obra e montar a minha árvore de natal, velhinha e fraquinha, árvore de natal.

gg.jpgEscusado será dizer que numa semana sofreu quatro ataques e deu comigo em doida.Numa semana montei e desmontei a árvore de natal. Tinha de arranjar uma forma de decorar a minha sala, sem o tipico, tradicional pinheiro de natal. Lá andei a ver sites e mais sites, ideias e mais ideias. Mas nenhuma delas me despertava interesse.

Até que perdi a cabeça e fui comprar uma árvore de natal nova! E esta é à prova de gato! Como assim? (perguntam vocês).

IMG_7665.JPG

IMG_7666.JPG

IMG_7668.JPG

IMG_7677.JPG

IMG_7688.JPG

Ao contrário da primeira árvore, mais velhinha, pequenina e leve, com ramos "farfalhudinhos". Esta nova é alta, pesada, robusta e com aqueles tipicos de ramos de pinheiro, que "picam". That's it. Picam. E o zazu assim não põe lá as patinhas. Esperta a moça, ham. Vá eu confesso que já queria uma árvore assim grande e fofinha há imenso tempo, assim juntei o útil ao agradável, manter o zazu longe e ser uma criança feliz!

Está fofinha a minha árvore?

Já montaram a vossa ou só dia 8?

Já entramos na época oficial de desejar feliz natal? Sim? Não? Vá, fica para a próxima..

Dezembro 29, 2015

Filipa Iria

O Natal já passou. Passado três dias a comer bacalhau com natas e lombo no forno. Este ano sai do trabalho às 19h e tenho a dizer que kel tipico português ainda ficou lá às compras enquanto eu peguei na minha trouxa e me fiz à vida (é o bom de não trabalhar directamente para a loja e não ter de arrumar, limpar, fechar). Foi uma semana de trabalho dura, muitas horas em pé que só de tossir quase que ia de joelhos ao chão com as pontadas que me dava nas costas. Quando chegou o dia 24 só queria que a hora de sair chegasse. Quando cheguei a casa já lá estavam todos. Os meus irmãos, cunhados, sobrinhos e a minha mãe. Entre a cozinha e a sala, entre o cozinhar e empratar por volta das 21:00 estávamos, finalmente, sentados à mesa. Menos eu, que nem posição para me sentar tinha com a dor nas costas, salvou-me um comprimido milagroso. Nunca tinha visto o meu sobrinho tão ansioso pela 00:00. Quando acabámos de comer e disse "Já posso abrir as prendas? já comemos" levou um valente "não" em coro. Cá em casa, desde que me lembro, que esperamos sempre pela 00:00, nem um minuto antes. O meu namorado apareceu depois de fazer a ceia com os pais. Foi uma excitação do lado dos pequenos, como já é usual. Entre prendas e doces cada um foi para a sua casa, menos a sobrinha mais velha, que normalmente quer sempre ficar cá. No dia seguinte foi vestir roupas novas (eles, eu não ganhei roupinha, mas devo ir dar um olhinho ou outro nos saldos) e estriar os brinquedos e comer as sobras (durante três dias).

 

Sempre presente

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D